Fórum de Vampiro a Máscara | Sistema: Storyteller
 
InícioPortalCalendárioGaleriaBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
A maioria das categorias estão bloqueadas para possíveis mudanças.
Agora temos uma página oficial do fórum no Facebook. Clique em curtir!
Se cadastrou recentemente? Por favor leia as régras.

Compartilhe | 
 

 Rafael rodrigues - Toreador

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rafael Rodrigues
Neófito
Neófito
avatar

Masculino Número de Mensagens : 4
Idade : 26
Localização : New York
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 09/02/2012

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem:
World of Darkness: Raça do Personagem

MensagemAssunto: Rafael rodrigues - Toreador   Sex Fev 10, 2012 11:47 am

Nome:Rafael Rodrigues
Jogador:Vinicius oliveira
Natureza:Juiz
Geração:9°
Comportamento:Intelectual
Refugio:Mansão Rodrigues
Clã:Toreador



Atributos - Físicos – 5

Força:2
Destreza:3
Vigor:3

Atributos - Sociais - 7

Carisma:2
Manipulação:4
Aparência:4

Atributos - Mentais - 3

Percepção:2
Inteligência:2
Raciocínio:2

Habilidades –
Talentos - 13

Prontidão:1
Esportes:
Briga:
Esquiva:2
Empatia:2
Expressão:1
Intimidação:1
Liderança:
Manha:4(2pb)
Lábia:4(2pb)

Habilidades –
Perícias - 5

Empatia com Animais:
Ofícios:
Condução:1
Etiqueta:2
Armas de Fogo:1(2pb)
Armas Brancas:
Performace:1
Segurança:
Furtividade:1
Sobrevivência:

Habilidades –
Conhecimentos - 9

Acadêmicos:
Computador:
Finanças:1
Investigação:1
Direito:3
Lingüística:1
Medicina:
Ocultismo:2
Política:1
Ciência:

Outras Características

Antecedentes - 5

Aliados:
Contatos:
Fama:
Geração:4(4pb)
Influência:
Influência em:
Lacaios:
Mentor:
Rebanho:
Recursos:5

Disciplinas - 3

Presença:3
Rapidez:
Auspicios:

Virtudes - 7

Consciência:2
Autocontrole:5
Coragem:3

Humanidade:7

Força de Vontade:8 (5pb)

Qualidades e defeitos
VICIO (DEFEITO: 3 PONTOS) Nicotina
Você é viciado em alguma substância que agora precisa estar
presente no sangue que você bebe. Tanto pode ser álcool, nicotina, drogas pesadas ou simplesmente adrenalina. Esta
substância sempre o enfraquece de alguma maneira (veja os detalhes, no parágrafo "Venenos e Drogas", na pág. 231).

SONO PESADO (DEFEITO: l PONTO)
Quando você está dormindo é muito difícil acordá-lo. A dificuldade de todos os testes para acordá-lo durante o dia são
aumentadas em dois pontos.

FOBIA (DEFEITO: 2 PONTOS) Aranhas
Você sente um medo irracional de alguma coisa. Aranhas, cobras, multidões e alturas são exemplos de fobias comuns.
Você deve fazer um teste de Coragem sempre que se deparar com o objeto de sua fobia. A dificuldade do teste é
determinada pelo Narrador e se você fracassar, deverá afastar-se daquele objeto.

EXCLUSÃO DE PRESA (DFFFITO: l PONTO) Velhinhas
Você se recusa a caçar certo tipo de presa. Você pode recusar-se a alimentar-se de traficantes de drogas, policiais, ou
contadores, ou pessoas ricas. Se você se alimentar acidentalmente de um desses indivíduos, entrará automaticamente
em frenesi e terá de ser bem sucedido num teste (dificuldade 7) para evitar a perda de Humanidade.
Presenciar outro vampiro alimentando-se do objeto de sua exclusão também pode levá-lo a frenesi, a critério do
Narrador. Os Ventrue, que já têm limitações impostas à sua alimentação pela fraqueza de seu clã, não devem adotar
este Defeito.

VOZ ENCANTADORA (QUALIDADE: 2 PONTOS) (2pb)
Existe algo em sua voz que os outros simplesmente não conseguem ignorar. Quando você dá ordens, eles se encolhem.
Quando seduz, eles se desmancham. Seja trovejante, gentil, persuasiva ou simplesmente ao conversar, sua voz chama a
atenção. As dificuldades de todos os testes que envolvam o uso da voz para persuadir, enfeitiçar ou comandar são
diminuídas em dois pontos.

Blasé : (3 pontos de qualidade)
Os outros não o impressionam com facilidade. Você resiste automaticamente a todos os poderes de presença. Porem se o vampiro que estiver usando presença for muito mais forte que você, o narrador poderá exigir que você gaste um ponto de força de vontade para resistir.

MANSÃO: (2 PONTOS DE QUALIDADE)(2pb)
Você possui uma grande mansão . uma casa com mais de 25 quartos . bem como o terreno que a cerca. A escolha
desta Qualidade pode proporcionar também criados (se tiver algum), embora eles não possam servir como Rebanho
ou Lacaios se você não possuir os Antecedentes apropriados. Considera-se que a mansão possua o sistema eletrônico
de segurança mais avançado, assim como uma cerca em torno de seu perímetro. Embora a mansão possa encontrar-se
em bom ou mau estado (à sua escolha), quanto mais habitada ela parecer, mais atenção chamará. Uma casa mal
assombrada não atrai fiscais do imposto de renda.


Preludio

Da Rosa ao Espinho

A Rosa

Ele caminhava sozinho pelas ruas, mas nunca se sentia só. Lendo seus poemas e poesias, ele voltava de uma rotina, que para ele era imperceptível.
A grande Italia acordava... Já era noite e as luzes da cidade começavam a surgir. Era um verdadeiro espetáculo... Em meio de tantos prédios ele caminhava com seus livros e sua inspiração constante.
Rafael era um jovem que provinha de uma família rica, mas ao contrário de muitos outros da sua idade, ele não era mimado nem fazia tudo o que queria. Seu pai, um político importante da Italia, o ensinava tudo sobre a política... Sua pretensão era a de, no futuro, Rafael se tornar seu sucessor.
... Mas não era bem isso que Rafael tinha em mente. Ele gostava de escrever... Escrever poemas e poesias... Na escola, se destacava dos demais pela sua criatividade formidável. Ele queria um caminho e este divergia dos planos de seu pai.
Rafael chegava em sua casa. Mal entrava seu pai já lhe repreendia por ter faltado às aulas de debate. Rafael defendia-se como podia, mas nenhum argumento era válido para Allex Krigor, seu pai. Sua mãe, Allicia, mantinha-se calada e apenas escutava o que Allex tinha a dizer. Rafael havia faltado para encontrar-se com seu professor de literatura, Marx, com quem passava horas discutindo poesia e poemas. Allex então deixou Rafael de castigo naquela noite. Rafael entrava em seu quarto, chateado pela atitude de seu pai, mas ele sabia que era pensando no seu bem.
O tempo passou e Rafael se formou numa das melhores universidades do país. Ele havia realizado o sonho de seu pai. Agora, ele deveria realizar o seu próprio.
Rafael voltava do trabalho quando sua mãe o recebeu chorando. Ele não entendia a razão de tanto pranto até ver marcas de sangue no chão da sala. Havia acontecido algo ao seu pai... Ele sentia. Sua mãe então lhe disse que haviam tentado matar seu pai. Alguém havia atirado nele pela janela e ele estava muito mal. A notícia atingiu Rafael intensamente. Ele parou durante alguns segundos. Era como se o tempo parasse. Ele então correu o mais que pode. Sozinho e desconsolado, ele sentia seu mundo cair. O arrependimento recaia sobre ele, das inúmeras vezes em que ele desobedeceu seu pai. Correndo na noite, sozinho, ele não sabia aonde ia, mas seus pés o levavam a algum lugar. Quando deu por si, estava em frente à mansão de seu ex-professor e agora apenas colega, Dr. Marx D. Ele era um homem imensamente rico e morava numa mansão de grande porte localizada num bairro nobre da cidade, tal como a de Rafael. Logo ele adentrou os portões, e os seguranças o identificaram. Ele entrou na mansão e encontrou Marx lendo um de seus livros em sua biblioteca particular. Marx surpreendeu-se ao ver o jovem chorando, invadindo daquela forma sua residência. Rapidamente ele levantou-se e o acolheu. Acalmando-o, pediu que sentasse e lhe contasse tudo. Rafael contou sobre seu pai e logo Marx ligou para sua mãe para avisar de seu paradeiro. Os dois conversaram durante horas e Rafael acalmou-se. Depois da longa conversa, Marx levou Rafael até sua casa. Quando os dois entravam, escutaram quando a mãe de Rafael, a senhora Allicia, chorava ao telefone. O pior havia acontecido. Allex Krigor havia morrido. Rafael entrou em estado de choque e tornou-se inconsolável.
***
Após a morte de seu pai, Rafael dedicou-se a política como uma forma de fazer a última vontade de seu pai. Conheceu diversos políticos e foi nomeado para muitos cargos importantes. Nesse meio tempo, seu grande amigo, Dr. Marx, o havia instruído neste meio, já que sua gama de conhecimentos também incluía política dentre outras coisas.
Rafael chegava de mais um dia cansativo de trabalho e viagens. Tudo que ele desejava era uma boa leitura para relaxar. Pegou seu livro de cabeceira o abriu numa marcação, quando notou cair um envelope dele. Rafael abriu, era uma espécie de carta. Ele então começou a ler:

“CRUZES E ESPADAS

Estou numa noite fria, noite negra,
sei que preciso me alimentar,
e enquanto caço, e ouço os gritos,
tento beber sem nunca pensar

Pesadelos enquanto durmo,
com as pessoas que já matei,
em nome de minha fome, o sangue.
Parar? Não acham que eu já não tentei?

Cruzes e espadas, esperando para nos matar,
em nome de um Deus Hebreu, que morreu para nos salvar,
não sei se choro, não sei se grito,
eu já não sei no que acredito,
apenas fico aqui esperando,
imerso nessa escuridão.

E eu espreitando, nessa noite escura,
que quanto mais fria, mais perdura,
esperando nessa terra insana,
caçando de noite como um animal,
esperando o fim dessa guerra,
que perdura entre o bem e o mal.

Estou, numa noite fria, noite negra,
um manto que por mais que sujo,
ele me aconchega,
pois sou o filho das trevas,
e ela é uma mãe que não me renega.

Lutando em meio desta não- vida,
esperando alguém para me salvar,
talvez a cruz e a espada,
possam com minha dor acabar.

Amaldiçôo minha existência,
maldita minha vida Imortal,
não, não peço a sua clemência,
apenas aguardo-a até o final.”

Rafael impressionou-se com o poema. Era triste, porém belo. Ele então procurou o autor e nada encontrou. Ele estava escrito a tinta num papel grosso e bastante antigo... Era quase que secular. Não havia assinatura, mas ele não havia aparecido ali sozinho.
Na manhã seguinte, Rafael não conseguia esquecer o poema. Ele repetia mentalmente cada palavra. À noite, antes de ir pra casa, foi até a Mansão de Marx. Rafael mostrou-lhe o poema, mas ele apenas o olhou...
- Eu já o conheço!
Essas foram as suas palavras. Rafael não entendia nada. Marx então lhe disse que ele mesmo havia escrito aquilo. Rafael se perguntava como e o porquê do poema ter ido parar em suas mãos e naquela ocasião. Marx levantou-se observando Rafael com um olhar penetrante. Era quase ameaçador.
- Escrevi isto no início do que sou hoje! E você logo entenderá também, jovem criança.
As palavras e o tom de voz de Marx eram estranhos para Rafael. Ele nunca havia agido daquela forma. Marx aproximou-se de Rafael e este não conseguia sequer mover um dedo. Era como se estivesse paralisado diante daquele que era ate então seu protetor.

O Espinho

... Seu semblante calmo mudava para um rosto ameaçador... Logo, o jovem sentiu a dor e o êxtase do “abraço”. Era bom...
Daquela noite em diante, Rafael pertencia ao seu Senhor e ao seu Clã.
A partir daquela noite sua vida mudou completamente. O Jovem Rafael agora era um Toreador. Seu senhor, Marx Darius, o instruiu nas raízes da cultura do clã e o tornou um apreciador da arte, tal como ele.
Os anos passaram e Rafael Rodrigues havia se acostumado com sua não-vida Cainita, embora nunca tenha deixado de escrever. Ao contrário, apreciar a arte como nenhum outro o tornou um exímio crítico. Rafael nunca deixou a política de seu pai e descobriu que ele tinha razão. Ele conseguiu conciliar Arte e Política num único ser... Ele mesmo. Com o passar dos anos, Rafael desenvolveu-se bem na sociedade Cainita. Também teve seus momentos na Camarilla de Italia, ocupando cargos como zelador de Elísio, etc. Mas apesar de tudo, ele sentia-se sozinho, pois Marx viajava muito e já não tinha tempo para acompanhá-lo. Foi então que decidiu dedicar-se de corpo, mente e alma à Camarilla. Abdicou de seu cargo em Italia e viajou por várias cidades. Em muitas delas, ouviu boatos sobre a famosa New York, uma cidade onde a Camarilla governava e onde ele sabia que seria útil também.
Rafael vendeu sua casa em Italia e comprou um imóvel em NY, uma mansão, para poder abrigá-lo com todo o conforto e também a seus serviçais. Rafael seguiu em sua Limusine para NY com o seu motorista. Juntos, partiram rumo a um novo “mundo”.
“Da rosa ao espinho”


Última edição por Rafael Rodrigues em Seg Fev 13, 2012 4:25 pm, editado 7 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jin Katayama
Neófito
Neófito
avatar

Masculino Número de Mensagens : 7
Idade : 39
Localização : São Paulo
Emprego/lazer : Ator/Musico (precisa falar de trampo????)
Humor : De bem com a vida = )
Frase : Prefiro as lágrimas da derrota do que a vergonha de não ter lutado
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Aparência :
Data de inscrição : 15/07/2011

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem: Jin Katayama
World of Darkness: Toreador

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Sex Fev 10, 2012 12:39 pm

boa ficha Rafael, eu so ia sugerir olhe nas fichas de personagens, Dante ou Jin Katayama a sua parece meio bagunçada = ) bom fique no aguardo que a Angelique ou o Dante vai verificar sua ficha ai se for o caso ja aprova^^

Te mais = )

_____________________________________________________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante
Admin
Admin
avatar

Masculino Número de Mensagens : 94
Idade : 25
Localização : Anywhere, whatever....
Frase : I know hat preide's before the fall
How can I fall if there's none left at all
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Aparência :
Data de inscrição : 20/02/2011

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem: Dante
World of Darkness: Kindred - Caitiff

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Sex Fev 10, 2012 8:07 pm

Amigo Rafael....

Devo dizer que fiquei impressionado com tamanha criatividade em seu prelúdio, realmente digno de um toreador ^^, mas como rosas além de belas, possui seus espinhos, a sua apresentou um pequeno erro de atenção, você preencheu sua ficha de acordo com as regras, porém excedeu 1 ponto de bônus. Espero que corrija o mais breve possivel este erro.

Mais uma vez parabéns pelo o prelúdio ^^

Obrigado pela Atenção
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Rodrigues
Neófito
Neófito
avatar

Masculino Número de Mensagens : 4
Idade : 26
Localização : New York
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 09/02/2012

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem:
World of Darkness: Raça do Personagem

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Sab Fev 11, 2012 8:44 am

Fico grato pela observação do preludio!
bem...E a respeito da ficha já foi corrigido dante ^^!

To doido pra jogar =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante
Admin
Admin
avatar

Masculino Número de Mensagens : 94
Idade : 25
Localização : Anywhere, whatever....
Frase : I know hat preide's before the fall
How can I fall if there's none left at all
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Aparência :
Data de inscrição : 20/02/2011

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem: Dante
World of Darkness: Kindred - Caitiff

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Sab Fev 11, 2012 9:27 am

Ok man, Let's rock.

porém, eu posso por mim mesmo aprovar a ficha (está aprovada shuahsa) porém, peço que espere pela a aprovação da narradora Angelique Spencer, ela irá dar a palavra final, você sabe, narradores tem sempre a palavra final do que ocorre e vai ocorrer na crônica.

Fico grato pela a paciência.

Até mais \o
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Rodrigues
Neófito
Neófito
avatar

Masculino Número de Mensagens : 4
Idade : 26
Localização : New York
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 09/02/2012

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem:
World of Darkness: Raça do Personagem

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Sab Fev 11, 2012 11:05 am

Vlw cara espero que possa interagir com vocês e ajudar em qualquer coisa que venha a acontecer no decorrer da cronica entre outras coisas ^^

Espero que ela aprove logo rerere =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rafael Rodrigues
Neófito
Neófito
avatar

Masculino Número de Mensagens : 4
Idade : 26
Localização : New York
Warning :
Exp. :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 09/02/2012

Ficha do personagem
XP:
0/0  (0/0)
Nome do Personagem:
World of Darkness: Raça do Personagem

MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   Seg Fev 13, 2012 12:09 pm

Fiz uma pequena modificaão na ficha...tirei a qualidade carnial poderoso e coloquei os pontos que sobraram em geração e força de vontade e tirei 2 pb que tinha investido em etiqueta e coloquei a qualidade voz encantadora...

A respeito do meu preludio queria depois de ser aprovado pala narradora retira-lo da area da minha ficha...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rafael rodrigues - Toreador   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rafael rodrigues - Toreador
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Pillip Voradeski - Toreador - Camarilla
» Luis de Abreu - Toreador - Camarilla (Nova Ficha)
» ANJOS GABRIEL, MIGUEL E RAFAEL, TRÁS MEU AMOR DE VOLTA
» Rafael vs Rosie
» Marie Antoinette - Toreador - Camarilla

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Bloody Angels Fórum :: Role Play Game :: Fichas dos Personagens-
Ir para: